SAÚDE

Fazer exercícios físicos de máscara não é prejudicial à saúde




Corredor de máscara, Foto: (ResproPolska/Pixabay)

Com a flexibilização do isolamento social, academias do país foram reabertas. A recomendação é que os professores atendam no máximo 15 alunos por hora, disponibilizem álcool em gel e reforcem o uso de máscaras durante os exercícios. 

Algumas pessoas relatam desconforto e medo de praticar atividades com o novo acessório. Será que o uso de máscara durante os exercícios é prejudicial para a saúde?

O pneumologista Philippe Colares explicou que o uso prolongado de máscara só faz mal em alguns casos.

“Nós temos uma reserva do coração e do pulmão para aguentar um exercício mais extenuante. Então pessoas saudáveis vão ter um pouco mais de cansaço usando a máscara, mas não vão ter repercussão pro coração ou pulmão. Mas em idosos ou pessoas que já têm doenças pode causar uma repercussão negativa na saúde”, explicou.

Para evitar o contágio na academia e não transmitir o vírus para outras pessoas, é fundamental que a máscara seja utilizada de forma correta: cobrindo a boca e o nariz.

“O uso da máscara da forma correta é importante, porque tendo contato com outras pessoas só em uma distância de contato mínimo de segurança de 2 metros ou, em algumas recomendações, de 4 metros é possível evitar a contaminação pelo vírus”, ressaltou.

Além dessa recomendação, é importante trocar a máscara quando ela estiver úmida. Faça treinos menores e evite ficar muito tempo fora de casa.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM