ESPECIAL

Opinião: A Páscoa que precisamos


Foto: Internet

Hoje é um dos dias mais importantes tanto para Cristãos quanto para judeus. A Páscoa tem vários significados, entre eles gostaria de destacar dois:

O primeiro a libertação de um povo oprimido. Para quem não lembra, a libertação do povo hebreu dos domínios egípcios, fato conduzido por Moisés (Êxodo 21). Parafraseando essa passagem bíblica, temos ouvido de muitos empresários a necessidade de serem libertos, não do Egito, mas das próprias determinações do governador Moisés que barram o funcionamento do comércio por conta da COVID-19, pandemia que assola o mundo todo. Um conflito entre saúde e economia. No último sábado (11), Moisés anunciava a liberação de algumas áreas do comércio, o que animou por um lado e preocupou por outro. Nos dias atuais, não seria Moisés, o faraó da história?! É isso que muitos nos questionam.

Mas fato é que mesmo com as determinações impostas pelo governo, precisamos seguir tais orientações para que possamos salvar o máximo de vidas possível. Dito isto, chamo atenção para o segundo ponto que a Páscoa representa: A “Ressurreição”.

No século um, havia um homem chamado Jesus, que surge nas terras da galileia anunciando que o novo Reino era chegado. Seu discurso ganhou força ao ressuscitar seu amigo Lázaro. Ao vencer a morte, Jesus preocupa o sistema da época e causa alvoroço entre os políticos da ocasião.

São vários os bons exemplos de Jesus, mas o que vale a pena ser destacado é esse. Mesmo em meio à crise, Jesus venceu, ressurgiu. Sua capacidade de enfrentar os problemas e a crise arrastam milhões até os dias de hoje. Por isso, nesses dias de medo e insegurança, aprenda a ressurgir, ressuscite a vida e a esperança que há dentro de você!

A Páscoa que precisamos está nisso em ressurgir em meio às dificuldades. Em inovar em meio ao Caos. Que o exemplo do Cristo vivo, o Messias, seja real em nossos dias e possamos ressurgir, vencer à dificuldade, o medo e tudo o que está acontecendo.

Feliz Páscoa!
Que o Cristo vivo, nos abençoe!



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






ESPECIAL  |   11/07/2021 18h46